Anúncios

O funcionário de uma loja de pneus, em , foi baleado na noite da última quarta-feira (24), após simular um assalto em seu local de trabalho para assustar os colegas. A brincadeira de mau gosto teve este desfecho porque um policial à paisana reagiu ao que pensou ser um roubo e atingiu o homem no rosto.

Segundo as informações da , o funcionário, de 32 anos, chegou ao local e sacou um simulacro de arma de fogo. Depois, foi na direção de um colega, na tentativa de assustá-lo.

Porém, o policial à paisana que estava na loja rapidamente sacou sua arma, gritou que era policial e mandou que o homem jogasse a arma no chão, não sendo atendido. Ele então efetuou o disparo, que atingiu o suspeito no rosto.

Ferido, o homem ficou caído no chão, em volta a uma poça de sangue, até que fosse socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

Equipes da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) e Guarda Municipal chegaram a ser acionadas para a ocorrência. O estado de do homem era estável e ele estava fora de risco de morte.