Anúncios

A de informou, nesta segunda-feira (1º), que investiga dois casos suspeitos de infecção pela nova variante do , procedente de Manaus (AM).

Segundo o órgão, o primeiro caso trata-se de um caminhoneiro daquele Estado que estava em , passou mal, e procurou a UPA em Rondonópolis.

Ele foi transferido para o Hospital Regional, mas morreu.  O resultado do exame dele deu inconclusivo para a nova cepa.

O outro caso suspeito é de um rondonopolitano que esteve em Manaus recentemente e está internado no Hospital Unimed.

A equipe médica ainda aguarda o resultado do exame para confirmar se é ou não a nova cepa.

A nova variante

A variante conhecida como P.1 foi identificada primeiramente no Japão, após quatro passageiros de Manaus que desembarcaram em Tóquio terem sido diagnosticados com Covid-19.

O sequenciamento  do vírus feito no Japão foi comparado com os sequenciamentos de amostras do Amazonas colhidas entre abril e novembro e foram constatadas semelhanças.

Um artigo de um grupo de estudos internacional composto por Universidade de Oxford, King’s College, Universidade Harvard e USP, publicado no dia 27, indica que a variante é responsável pela segunda onda em Manaus.

O estado do Amazonas sofre com um forte aumento de casos da Covid-19 e sobrecarga no sistema de saúde público, com falta de oxigênio em hospitais e transferência de pacientes.