Anúncios

O Comitê de Gestão de Crise aprovou o na rede particular para crianças menores de 12 anos após um encontro realizado na sala de reunião, na manhã deste sábado, na . Um novo decreto será publicado na segunda-feira autorizando o retorno imediato das aulas presenciais das. da cidade.

Já a rede municipal de educação terá que  apresentar um Plano de Contingenciamento, onde serão criadas as condições ideais para o retorno das aulas presenciais e isso será levado para aprovação do Comitê em até 15 dias.

A decisão do Comitê de liberar foi respaldada por um parecer técnico da Vigilância Sanitária Ambiental e realizado para avaliar os planos de contingenciamento encaminhados pelas escolas privadas/particulares e filantrópicas mostrando que os alunos terão sanitária nas escolas para o retorno das aulas.

O médico Rafael Mederi, professor do curso de medicina da UFR, que também participou da reunião fez uma explanação aos membros do Comitê  e se referindo a estudos científicos recentemente divulgados na Europa, sobre as recomendações de abertura e retorno às aulas presenciais de crianças do ensino básico, entre 3 e 12 anos de idade; e segundo o palestrante, os estudos europeus, comprovaram a baixa taxa de contaminação de crianças (menos de 1%), e a baixa transmissibilidade ocasionada por crianças contaminadas (50% menor que um adulto), o que na do Dr. Rafael, a abertura das escolas e o retorno das aulas presenciais, não seriam nenhum fator de risco considerável, em razão dos resultados dos estudos científicos, verificados nos últimos quatro meses na Europa.

Mesmo com a liberação, a Vigilância Sanitária  irá manter a fiscalização e irá acompanhar diariamente as situações de risco em cada unidade.