Anúncios

O homem de 38 anos suspeito de matar Wendel Garcia, de 19 anos, cometeu o crime após um dia de discussões com a mãe dele. O rapaz teria ido até a casa para usar o banheiro, quando foi atingido por um tiro na cabeça, no bairro Vila Guaporé, em Pontes e Lacerda (448 km de Cuiabá), na tarde de domingo (21).

A delegada de Pontes e Lacerda, Bruna Caroline Laet disse ao site Olhar Direto que as investigações estão avançadas e seguem para conclusão do inquérito, mesmo ele sendo preso ou não.

Conforme ela, o homicídio foi motivado por uma briga do homem com a esposa, que é mãe de Wendel. Naquele dia, a mulher estava em uma confraternização nas proximidades e o suspeito estava incomodado. Ele queria que a esposa voltasse para casa e tinha pedindo, inclusive, para que fossem chamá-la.

A mulher não retornou e Wendel teria saído com sua irmã para comer espetinho em um estabelecimento no mesmo bairro. Em um dado momento, a vítima decidiu retornar para a residência com o objetivo de usar o banheiro. 

Após um longo tempo de espera, a irmã de Wendel foi até a residência para saber se estava tudo bem, e ao chegar no local, se deparou com o corpo do irmão no chão da sala, já sem vida. 

“Ele tinha histórico de agressão contra a esposa e até já chegou a disparar dentro da casa. Segundo vizinhos, era comum ele fazer isso”, pontuou a delegada.

O casal estava junto há quatro anos. Várias testemunhas já foram ouvidas e o homem é procurado pela Polícia Civil.