Anúncios

Uma auxiliar de foi presa, suspeita de matar afogado seu filho de 3 anos em um condomínio residencial em São José dos Campos, no interior de , na última quinta-feira (22). Policiais encontraram a mulher e a no banheiro do apartamento onde moravam, após vizinhos ouvirem gritos e acionarem as equipes.

Segundo a polícia, a mãe estava muito nervosa e falava frases desconexas. O garoto foi encontrado inconsciente e os policiais tentaram reanimá-lo, mas não conseguiram, e o garoto morreu.

A polícia suspeita é que a mulher tenha cometido o crime por vingança, porque após o término do casamento, o ex-marido ficou com a guarda da filha mais velha.

Atordoada, a mulher de 34 anos foi encaminhada ao Pronto Socorro da Vila Industrial, onde passou por cirurgia após exames identificarem uma ferida na região íntima. A polícia deve investigar, também, se o ferimento foi causado por terceiro ou por ela mesma.

No velório do garoto, parentes disseram que a mulher já havia sido internada anteriormente em uma clínica psiquiátrica, mas que não teve laudo definido. Familiares do pai da criança disseram não acreditar em problemas psiquiátricos, tendo em vista responsabilidade da função em que a mulher exerce no seu trabalho.