Anúncios

Foi liberado no início da noite deste último domingo (17), o homem que havia sido detido com suspeitas de ter participado do homicídio que vitimou a diretora do , a Terezinha Souza, na última sexta-feira (15), no Centro de Rondonópolis (215 km de ).

Segundo informações, o depoimento do acusado e câmeras de , foram fundamentais para que o suspeito fosse posto em liberdade.

Nas imagens, é possível ver que o suspeito havia entrado em casa antes do horário do crime e permaneceu no local o tempo todo.

Ainda de acordo com a PJC, o suspeito que havia sido preso pela não teve ligação nenhuma com o crime.

“A pessoa conduzida pela PM tem características físicas distintas dos suspeitos que atiraram contra a diretora da Sanear. Assim também como a motocicleta apreendida na residência da pessoa conduzida é diferente da utilizada pelos atiradores”, diz trecho de nota encaminhada a imprensa.

O departamento de homicídios informou ainda que as investigações para esclarecer o crime prosseguem e diligências ininterruptas estão sendo realizadas para identificar e localizar os autores do homicídio.