Anúncios

Nesta sexta-feira (29.01) doze kits biométricos adquiridos pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso foram entregues à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para serem utilizados nos postos de identificação da capital e do interior do Estado para a emissão de documentos de identidade (RG).

A solenidade de entrega simbólica dos equipamentos foi realizada no gabinete da da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Os kits serão destinados aos municípios de do Leste, Tangará da Serra, , Pontes e Lacerda, , Juína, Alto Araguaia, e Cuiabá.

Com a entrega dos kits, a Politec passa a contar com 93 postos equipados com a para a coleta dos dados no momento da solicitação dos documentos de identidade. Além da agilidade e comodidade no atendimento, o equipamento possibilita a digitalização da base de dados civil da população auxiliando na busca por informações da população pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

A permite a coleta em uma plataforma informatizada com uma webcam de alta resolução e um ipad para assinatura. No mesmo dia em que são realizados os atendimentos, os dados são enviados para o papiloscopistas do setor de análise e confronto da Politec de Cuiabá. Neste setor, são realizadas as conferências dos dados e das impressões digitais para posterior envio à confecção dos documentos em uma empresa de segurança no Estado de São Paulo.

Para o diretor metropolitano de identificação técnica, Aílton Silva Machado, o principal benefício dos equipamentos é a redução no prazo de entrega das carteiras de identidade, principalmente no interior do Estado. A implantação dos kits de biometria já gerou uma redução de 40% no prazo desde que foi implantada, em 2019.

“Isto porque o tempo que leva para se pegar o processo físico, digitalizar, subir no sistema e iniciar a análise ele se finda a partir do atendimento ao final do dia. Pois, o posto que vai receber esse kit já encaminha  os dados para a Politec no mesmo dia em que foi realizado o atendimento,  diminuindo, desta forma,  muito o tempo de entrega, beneficiando muito os municípios que ainda sofrem com a demora, com a  ausência de tecnologia”.

Durante a solenidade, o Secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos citou a importância da identificação civil para as ações desenvolvidas pela pasta.

“O ministério da Justiça e a presidência da república e os estados estão tratando da digitalização das carteiras de identidade e dos dados biométricos. Isto é importante para a melhoria do trabalho da segurança nas ruas. Com a base de dados digitalizada por meio destes equipamentos, o policial na rua colhe a digital da pessoa e passa a ter acesso ao histórico da pessoa, e a pessoa não precisa apresentar o documento. No futuro próximo, a  base de dados para que essa tecnologia funcione será  através dos dados biométricos da carteira de identidade”, comentou.

Atualmente os prazos de entrega dos documentos é de 12 a 15 dias na capital e de 15 a 20 dias nos postos de identificação do interior do estado.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho, afirmou que o valor dos bens adquiridos é uma devolutiva para a Segurança Pública do Estado. “Graças a Deus nós estamos tendo condições de contar com o apoio de todos os deputados, dos servidores, para nós reduzirmos custos e transformarmos em ações para a população. E nós viemos trabalhando muito com a segurança pública. A saúde e a segurança têm sido os setores em que a devolução de recursos da assembleia tem atendido com maior ênfase. Uma dessas devoluções é o espaço cidadania, em que fazemos o atendimento de emissão de documentos. Esses equipamentos vem ajudar toda a secretaria de segurança nessa ampliação, inclusive para realização do assembleia itinerante”, pontuou.

A deputada estadual e vice-presidente da AL-MT, , parabenizou pela iniciativa destacando a vanguarda de Mato Grosso por ser um dos primeiros estados do país em expandir a tecnologia biométrica para o interior. “É um conquista muito grande para a Sesp e para a Politec. Quero parabenizar a Politec  e dizer a vocês que façam bom uso e que venhamos a colher frutos desse no futuro”, afirmou.