Anúncios

Os novos diretores das escolas estaduais de Cuiabá e Várzea Grande, para o biênio 2021/2022, foram empossados na tarde desta segunda-feira (04.01) em uma cerimônia simbólica realizada na sede da secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT). O papel fundamental destes profissionais foi enfatizado pelo secretário de Educação, Alan Porto.

Ele ainda destacou os desafios da educação para este ano e lembrou que a Seduc vai receber o maior investimento dos últimos anos.O secretário enfatizou aos novos diretores que o trabalho deles vai impactar na vida de 380 mil alunos e 40 mil profissionais.

Ressaltou que recuperar o impacto na aprendizagem, causado pela pandemia da Covid-19, é um dos maiores desafios. Mas garantiu que os investimentos em infraestrutura, tecnologia e na área pedagógica vão dar condições para mudar o cenário atual. “Todos somos Seduc e temos a responsabilidade de mudar a história da educação de ”, reforçou.

Tomaram posse 63 diretores de escolas de Cuiabá e mais 43 de Várzea Grande.

Representando os profissionais da capital, o diretor da Escola Estadual Liceu Cuiabano Maria de Arruda Müller, Thiago Baldrighi, enfatizou a necessidade de sair da comodidade e fazer a diferença. Ele elogiou a escolha dos novos diretores por meio do processo seletivo, que deu a oportunidade para que os profissionais conhecessem novas unidades. 

Secretário Alan Porto e o novo diretor do Liceu Cuiabano, Thiago Baldrighi. Foto: Assessoria 

Já a diretora da Escola Estadual Governador José Garcia Neto, localizada em Várzea Grande, Simone Rubim, afirmou que o processo seletivo foi muito difícil, deixou alguns profissionais inseguros em alguns momentos, mas comemora o resultado final. “Temos muitas ideias para socializar. Somar é sempre melhor”, destacou ao falar sobre a integração com a Seduc.

Rubim lembrou dos profissionais que perderam a luta contra a Covid-19 em 2020 e dedicou o momento a eles. “Quero agradecer a Deus por nos permitir estar aqui. Se estamos dispostos a assumir essa função é porque temos alguém nos apoiando em casa. Afinal, escola sem aluno fica muito triste”.

O processo seletivo para escolha dos novos diretores das escolas estaduais de Mato Grosso começou no final de outubro e foi finalizado em dezembro, com o resultado final. Os diretores ocupam cargos efetivos do quadro dos profissionais da educação básica, são habilitados em licenciatura plena e possuem pelo menos um ano de efetivo exercício ininterrupto.

A seleção foi composta por quatro etapas: prova objetiva; análise de títulos e currículos; atribuição da unidade escolar escolhida, de acordo com a classificação e elaboração, apresentação e entrega do plano de trabalho.