Anúncios

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, orientou diretores das escolas sobre o planejamento e preparação para o retorno às aulas em 2021, nas unidades da rede pública de ensino. Ele realizou reunião virtual com cerca de 680 participantes na quarta-feira (16.12).

“Vamos trabalhar com laboratório de aprendizagem em todas as escolas para os anos iniciais e finais do Ensino Fundamental, e também do . Teremos aulas de reforço no contraturno. Vamos ter investimentos na ordem de R$ 936 milhões, sendo R$ 420 milhões aplicados na estrutura física e tecnológica”, descreveu o secretário.

Ele enumerou uma série de ações para melhorar os atuais índices educacionais. O gestor fez um bate-papo para tirar dúvidas sobre a retomada do contínuo 2020/2021 a partir do dia 1º de fevereiro, com ensino híbrido (presencial e virtual).

Entre os investimentos está a aquisição de chromebooks (computadores portáteis voltados para a educação) para alunos e .

Além dos equipamentos tecnológicos, a Seduc pretende investir em de voltada para a tecnologia com o programa Profissão 4.0. Nele, alunos terão acesso a conhecimentos teóricos em cursos rápidos e equipamentos para colocar em prática o que foi aprendido, com aplicações de designer em computador e impressão de protótipos, , aulas de inglês e informática.

O método pedagógico Profissão 4.0 deverá ser instalado aos poucos em parte da rede pública estadual de ensino como conhecimento e preparação dos jovens para o mercado de trabalho atual. Em Mato Grosso há 759 escolas que atendem cerca de 380 mil alunos.