Anúncios

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) apresentou o Parque Tecnológico aos empresários e comerciantes várzea-grandenses, nesta quinta-feira (10), na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Várzea Grande. Durante a reunião, o secretário da Seciteci, Nilton Borgato, ressaltou a importância deste empreendimento criado e gerido pelo Estado para promover pesquisa e inovação na área tecnológica. Na ocasião, reafirmou o compromisso do Governo com o desenvolvimento tecnológico de Mato Grosso.

“Estamos trabalhando fortemente para o desenvolvimento científico de Mato Grosso, tanto que recentemente o governador assinou o decreto que regulamenta a lei voltada à ciência, tecnologia e pesquisa do Estado, com o objetivo de contribuir com a autonomia tecnológica, além de promover a capacitação e o desenvolvimento científico”, disse.

A superintendente de Desenvolvimento Científico Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, ressaltou a importância destas iniciativas para ampliar as ações do Parque Tecnológico. “Este evento foi importante para sanar dúvidas, recebermos ideias e alinharmos as ações voltadas ao Parque, que vai estimular a cooperação entre instituições de pesquisa, universidades e empresas de todo o Estado”, falou.

 

Rogério Nunes, coordenador do Parque Tecnológico, explica que o empreendimento é um importante mecanismo no processo de inovação tecnológica de Mato Grosso, em especial por ter a capacidade de promover o desenvolvimento de empresas a partir de ideias e tecnologias geradas em instituições de ensino e pesquisa, mas com a parceria de executivos e empresários.

“Este momento é de suma importância porque as ações do Parque estão avançando, e agora estamos promovendo esta conversa com empresários e investidores para ouvirmos os seus anseios e dúvidas. Até porque, queremos que a iniciativa privada venha integrar as ações do Parque, trabalhando conosco, para construirmos juntos os processos”, disse. 

O Parque será um ambiente voltado à criação, desenvolvimento, disponibilização de soluções tecnológicas e atração de empresas inovadoras ao mercado. Localizado na região do Chapéu do Sol, em Várzea Grande, a área total do Parque Tecnológico é de 16 hectares. 

Conforme acordo com a Prefeitura, a gestão municipal deverá executar as obras de infraestrutura, com o fornecimento de água, esgoto e energia na região. O asfalto já está sendo executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra). 

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Econômico e de Turismo do município, José Roberto, afirma que projeto mudou o perfil da cidade, pois vai melhorar a renda local e a cidade vai dar um salto no desenvolvimento. “A prefeitura vai fazer toda parte da infraestrutura do bairro, para garantir o desenvolvimento desta região, que, com certeza, será bastante valorizada, pois se tornará um polo educacional e tecnológico com a instalação da UFMT, do IFMT e futuramente a Unemat”, falou. 
Em maio deste ano, o governador Mauro Mendes assinou a ordem de serviço para construção do Centro de Inovação do Parque Tecnológico Mato Grosso, em Várzea Grande. Serão investidos R$ 8 milhões na obra.

O projeto moderno com estruturas metálicas prevê a implantação de um centro de inovação, incubadoras, aceleradoras, centro de pesquisas, edifícios corporativos, estacionamento, parques, restaurantes e espaço para prestadoras de serviço.