Anúncios

Com a previsão de um aumento médio de 22% no fluxo de veículos leves na durante o prolongado para comemoração do , a presença dos automóveis ganha destaque na rodovia a partir desta quarta-feira (23) com crescimento que pode chegar a 46% em relação aos dias de tráfego normal. A estimativa da Concessionária aponta ainda que o movimento de automóveis deve ter queda somente na sexta-feira (25), chegando a uma redução de 14%.

Por outro lado, o levantamento aponta para uma diminuição do fluxo de carretas e caminhões no trecho sob concessão da BR-163, em . Em média, a queda deve representar 48% com relação aos veículos de carga.

O gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, pondera que apesar da diminuição prevista na quantidade de carretas e caminhões na BR-163/MT, o movimento dos veículos comerciais ainda será considerável e chama a atenção dos motoristas que não costumam viajar pela rodovia.

“A BR-163 tem características próprias, com intenso fluxo de veículos de carga. Diante dessa realidade, chamamos a atenção de quem vai viajar, mas não conhece bem a rodovia, para que siga atentamente à sinalização e às leis de trânsito”, alerta.

LEVES

A estimativa de tráfego da Rota do Oeste prevê que o domingo (27) deve ser o segundo dia com maior movimento de leves: 30%, seguido da quinta-feira (24) com crescimento de 26%. Para o sábado (26), é esperado um aumento de 21%.

PESADOS

A queda no fluxo de pesados pode chegar a 80% na sexta-feira (25). A redução inicia na quarta-feira (23) com 31% menos veículos comerciais na rodovia. Na véspera de Natal, o movimento reduz ainda mais: 54%. No sábado e domingo, os ‘grandões’ voltam a percorrer o trecho, mas ainda com uma redução estimada de 41% e 36%, respectivamente.