Anúncios

Um dos principais pólos de desenvolvimento de , mais uma vez se destaca no cenário nacional e aparece em um levantamento entre as 100 principais cidades brasileiras para investimentos, à frente de importantes “metrópoles”, inclusive de muitas capitais estaduais. É o que aponta o estudo da empresa de inteligência e consultoria de mercado Urban Systems, divulgado este mês pela Revista Exame.

Denominada de “Melhores Cidades Para Fazer Negócio 2.0”, a pesquisa da Urban System, realizada sob o olhar diferenciado sobre um período singular, a pandemia do novo coronavírus, analisou 326 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes.

No ranking elaborado pela empresa, Rondonópolis aparece como a 62ª cidade mais bem avaliada entre os 100 municípios brasileiros melhores para fazer negócios.

Com população de quase 240 mil habitantes, o desempenho de Rondonópolis, principal cidade da região sudeste de Mato Grosso, é melhor que Salvador, Anápolis (GO), Uberlândia (BA), Cascavel (PR), Chapecó (SC) e Teresina (PI), por exemplo.

Elaborado anualmente, desde 2014, o levantamento analisa diversos indicadores, pautados em padrões internacionais e agrupados em eixos temáticos e indicadores de desenvolvimento econômico, capital humano, desenvolvimento social e . Esses aspectos são considerados pelo estudo como essenciais para a evolução dos negócios em uma cidade.

Além de Rondonópolis, outras duas cidades aparecem no ranking da Urban Systems: Cuiabá e , na 10ª e 42ª colocações, respectivamente.