Anúncios

A realizou três grandes apreensões de drogas na região metropolitana, nestes últimos dias. Foram apreendidos mais de 330 quilos de maconha, cocaína e ecstasy; prejuízo de aproximadamente R$5,3 milhões ao tráfico de entorpecentes. Sete pessoas foram presas em flagrante e pontos de comercialização de drogas foram fechados. 

As ações ocorreram durante patrulhamentos táticos, rondas de rotina, abordagens, denúncias e checagens de pessoas que apresentavam atitude suspeita. As ocorrências foram registradas pela PM no sábado (5), na quarta-feira (9) e quinta-feira (10) nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande.

Uma das mais recentes apreensões de entorpecentes ocorreu na noite desta quinta-feira (10) e foi realizada pelos policiais do Batalhão Rotam e Força Tática durante patrulhamento tático na região da Avenida Fernando Côrrea da Costa, na capital. 

Três homens (18 e 25 anos) foram presos em Cuiabá e Várzea Grande. Com eles policiais apreenderam 160 tabletes de maconha (170 kg), 109 comprimidos de ecstasy e porções de haxixe. Nesta única apreensão de drogas, a PM causou um prejuízo de mais de 340 mil reais aos traficantes. 

Na quarta-feira (10), a equipe da Força Tática do 1º Comando Regional da PM fechou uma boca de fumo que armazenava 30 kg de maconha (27 tabletes); um prejuízo de R$30 mil reais. A apreensão ocorreu durante ronda de rotina no bairro Jardim Imperatriz.  Um homem de 32 anos e uma mulher (36) foram presos. Parte da droga foi encontrada pelos militares na geladeira da residência do casal. 

No sábado (5), os policiais do GAP (Grupo de Apoio da PM) do 4º Batalhão apreenderam 130 kg de cocaína, em uma casa, no bairro Jardim Itororó. Os policiais chegaram até o local após receberem informações durante patrulhamento, de que havia entorpecente na residência. Um homem de 24 anos foi preso, ele confessou que guardava os 120 tabletes da droga para uma organização criminosa; a grande apreensão da cocaína causou um prejuízo de R $5 milhões aos traficantes. 

As apreensões de droga são resultado do reforço policial da PM nas ruas, por meio das Operações Hotspot, Centurião e todo o efetivo empregado no policiamento ordinário e diversas ações simultâneas voltadas para a segurança pública.