Anúncios

A Delegacia Especializada de Fronteira (Defron) deflagrou nesta quinta-feira (17) a Operação Busão contra uma quadrilha especializada em tráfico de entorpecentes que utiliza ‘mulas’ para o transporte de drogas em viagens de ônibus a outros estados.

Os seis mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em , em conjunto com o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e o 6º Comando Regional da Polícia Militar.

A investigação teve início em outubro do ano passado e a Defron apurou que a quadrilha operava recebendo a em Cáceres e depois embalava o entorpecente em plástico filme no corpo das ‘mulas’, principalmente na região da barriga e cintura. Em seguida, essas pessoas viajavam de ônibus para os estados de e Maranhão.

As diligências realizadas na Operação “Busão” demonstraram o envolvimento dos criminosos que integram um esquema de interestadual.

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, na residência de um dos suspeitos, foram apreendidas porções de maconha e pasta base de , além de , celulares e material utilizado para embalar a droga.

Também foi preso em Cáceres o casal responsável pela cooptação de pessoas que aceitavam realizar o transporte do entorpecente em ônibus, por certas quantias em dinheiro.

Investigação

Durante período de monitoramento e vigilância da investigação, a equipe da Defron, em ações integradas com outras forças de segurança prenderam oito pessoas suspeitas que viajavam conduzindo a droga ao corpo. Nessas ações foram apreendidos 25 quilos de pasta base de cocaína. As prisões foram possíveis graças à troca de informações com a Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE) e Polícia Civil do Maranhão.

Duas desas prisões foram realizadas no estado do Maranhão. Os policiais prenderam um casal na cidade de Igarapé do Meio, que recebeu a droga de uma ‘mula’ que saiu de Cáceres. Em busca domiciliar na residência do casal foram localizados 12 quilos de pasta base de cocaína.

Outra prisão ocorreu na cidade de , quando uma mulher de 20 anos tentava levar a droga também para o Maranhão.