Anúncios

Cerca de 300 crianças atendidas pelas unidades especializadas do Estado receberam presentes do Papai Noel nesta sexta-feira (11.12), durante evento natalino organizado pelo Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (Cridac). A ação de Natal também promoveu a entrega cestas básicas às famílias das crianças atendidas.

 “Estamos fazendo esse evento, que foi pensado para atender os protocolos de biossegurança, de forma a não deixar apagar da memória das crianças a magia do natal. Isso é importante principalmente neste momento difícil que estamos vivendo devido à pandemia pela Covid-19. Foi preciso unir esforços e em benefício dos pequeninos”, avalia a secretária adjunta executiva da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), Danielle Carmona.

A entrega dos presentes e cestas básicas foi possível graças a uma parceria entre a SES, as secretarias de Educação (Seduc) e de Assistência Social e Cidadania (Setasc), além do apoio das instituições da rede privada como Dihol, Aprosoja, Suco Prats e Coca Cola.

Foram entregues 150 cestas básicas, sendo uma cesta diferenciada com panetone, caixa de chocolate e guloseimas para adoçar o fim de ano das crianças. “Estamos aqui com o coração cheio de alegria, representando não só a Secretaria, mas também a nossa primeira-dama Virginia Mendes e toda a equipe da Unaf [Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família]. O Cridac é uma instituição que desde o início dessa gestão a nossa primeira-dama teve um olhar especial e nós continuaremos fazendo tudo que for possível para que o social dessa instituição possa ser realizado com todo amor”, pontua a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho.

Para a superintendente estadual de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Tais Augusta de Paula, esta é uma ação emocionante e sem precedente. “É lindo de ver, porque antes nunca houve uma união no Governo do Estado em prol da reabilitação da pessoa com deficiência. Estou emocionada pelo atendimento de qualidade, pois os pacientes vão ganhar presente e também uma cesta básica, isso traz dignidade no natal das pessoas com deficiência. É um momento único, me sinto realizada enquanto pessoa com deficiência e enquanto superintende”, diz Tais.

O diretor do Cridac, Luiz Antonio Ferreira, destaca que os pacientes também puderam levar os irmãos para recebem presentes. “Nossa proposta é de amenizar o sofrimento desse ano levando alegria aos pacientes diante de um período em que o mundo enfrenta a pandemia”, acrescenta Luiz.