Anúncios

beneficiados com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pelo Banco do (BB) podem renegociar, até o final do ano, as parcelas em atraso. Isso para os contratos firmados até o segundo semestre de 2017, com débitos vencidos e não pagos até 10 de julho deste ano.

Com a renegociação, os descontos vão desde 25% a 100% nos juros de mora. As deduções foram previstas pela Lei 14.024/2020, editada como medida de ajuda durante a pandemia de -19. A solicitação para renegociação, por enquanto, só pode ser feita nas . Caso o contrato seja garantido por fiança convencional ou solidária, os fiadores deverão, necessariamente, comparecer às agências.

A liquidação em quatro parcelas semestrais e o reparcelamento em até 24 meses terá desconto de 60%. A redução cai para 40% para pagamentos em até 145 meses e, 25%, para até 175 meses. Quem quitar integralmente o valor terá redução de 100% nos juros.

Contudo, ao firmar a renegociação a parcela não poderá ser inferior a R$ 200. Já o pagamento da primeira parcela renegociada deverá ser feito em janeiro e, em caso de prorrogação do estado de calamidade pública, por causa da pandemia do novo , seu pagamento ficará adiado automaticamente para o mês seguinte ao seu término, como estabelece resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação editada em setembro deste ano. A única exceção é para as amortizações em parcela única, que devem ser feitas até 31 de dezembro.

Uma vez formalizado o termo de adesão às condições de renegociação, não será possível cancelar ou optar por outra forma de parcelamento. Mais informações podem ser obtidas pelo do , no número (61) 4004-0001, e pela Central de Atendimento BB (0800-729-0001).