Anúncios

As empresas de assistência técnica e extensão rural do Brasil comemoram em 6 de dezembro, o Dia do Extensionista e 72 anos do Serviço Brasileiro de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).  

Em Mato Grosso, o serviço é executado pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), que está presente em 94% dos municípios. A empresa atende por ano mais de 47 mil agricultores familiares entre rurais, indígenas, pescadores, jovens e outros.

Em ao Dia do Extensionista Rural, representantes dessa profissão no país se reuniram em uma webinar nacional. O encontro foi promovido, na terça-feira (01), pela Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG).

A transmissão contou com mais de 600 espectadores que acompanharam a exibição de vídeos sobre a extensão rural realizada em diferentes regiões do país, bem como depoimentos desses profissionais que atuam ao lado dos agricultores.

Conforme dados da Asbraer, o Brasil possui hoje aproximadamente 15 mil extensionistas rurais presentes em mais de cinco mil municípios e atendem mais de dois milhões de famílias rurais por ano. O da Empaer, Renaldo Loffi, fala que a missão do extensionista é levar conhecimento e tecnologia para o campo com papel primordial no fortalecimento da agricultura familiar auxiliando nas atividades da lavoura, pecuária e outras.

Loffi acredita na contribuição dos técnicos da Empaer para o desenvolvimento da agricultura no Estado. Ele comenta que em 2019, foram realizados 137 mil atendimentos para 47.560 agricultores familiares nas principais cadeias produtivas: Pecuária de Leite, Café, Cacau, Fruticultura, Olericultura, Apicultura e outras. No mesmo ano, foram financiados recursos na ordem de R$ 54,6 milhões para e custeio através de projetos de crédito elaborado pela empresa.

“É impossível pensar no desenvolvimento de programas e projetos para a agricultura sem a presença do extensionista da Empaer, lá no campo”, enfatiza.

Desenvolvimento Rural

Em Mato Grosso, o serviço de extensão rural foi constituído oficialmente no dia 15 de setembro de 1964, marco histórico para a agricultura e pecuária que oferece serviço público gratuito aos produtores rurais. A Associação de Crédito e Assistência Rural de Mato Grosso (Acarmat) executou os programas de assistência técnica e extensão rural até 1976, quando foi extinta, nascendo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Mato Grosso (Emater), empresa pública, vinculada à Seaf.

Em 1992, foi instituída a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em decorrência da fusão da Emater, da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Empa) e da Companhia de Desenvolvimento Agrícola (Codeagri), das quais é sucessora.