Anúncios

O cientista russo Alexander Kagansky, que trabalha no desenvolvimento de uma vacina contra a , morreu após cair da janela de seu apartamento no 14ª andar de um prédio em São Petesburgo, na . O corpo foi encontrado com sinais de facadas no último sábado (19).

De acordo com jornais locais, o cadáver do homem estava usando apenas roupas íntimas no momento da morte. A polícia trata o caso como suspeita de assassinado, mas admite que as circunstâncias são “estranhas”.

Um homem de 45 anos chegou a ser detido suspeito da morte de Kagansky, mas devido a falta de provas, ele foi liberado depois de um teste de detecção de mentiras.

Em depoimento, o suspeito disse que é amigo de infância da vítima e que eles comemoravam o aniversário de 45 anos do cientista quando ele se esfaqueou e pulou da varanda.

A polícia, no entanto, não confia nessa hipótese e aguarda o resultado da perícia para determinar como os ferimentos foram feitos. As investigações preliminares indicam que pode ter ocorrido uma briga antes da queda que resultou na morte de Kagansky.