Anúncios

A descoberta de uma vacina eficiente contra o novo é esperada em todo o mundo. À frente das pesquisas estão diversos profissionais de saúde, dentre eles os biomédicos que, nesta sexta (20), comemoram o Dia Nacional do . Nomes como Jaqueline Goes e Claudio Tavares Sacchi ganharam destaque nessa área ao sequenciarem o genoma do novo coronavírus no país em tempo recorde. 

O profissional de pode atuar em diversas áreas, inclusive na saúde pública. Por isso, na pandemia, esses profissionais ganharam destaque. O biomédico patologista e docente, Paulo Costa, vê com otimismo a evolução das pesquisas para a vacina da , doença causada pelo novo coronavírus. “No cenário atual, diversos profissionais da área estão à frente das pesquisas para a vacina e tenho certeza que o resultado será positivo. O mercado está promissor”, opina Paulo.

Dr. Paulo Costa, Biomédico (Acervo Pessoal)

Desenvolvida para compreender as causas, sintomas e consequências das doenças, a Biomedicina lida com detecção de anomalias em amostras de sangue, de alimentos, de plantas, de tecido animal ou humano e demais materiais biológicos que possam ser analisados em laboratório.

Indo na contramão de algumas profissões, o mercado de trabalho para os biomédicos está em expansão, principalmente na área de patologia clínica cuja demanda cresce em análises clínicas. De acordo com o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), os seis conselhos regionais da classe já somam cerca de 50 mil profissionais registrados e, pelo menos, 11 mil estudantes matriculados nos mais de 220 cursos espalhados no país.