Anúncios

Teve início, nesta terça-feira (10.11), a reforma do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Sinop (505 km ao Norte de Cuiabá). A realização da obra é fruto do trabalho conjunto entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Prefeitura de Sinop, Câmara Municipal, Juizado, Promotoria e Defensoria da Infância e Adolescência, e entidades não governamentais. A parceria viabilizou recursos na ordem de R$ 100 mil.

O investimento foi aplicado na realização de projeto e aquisição de materiais de construção, que foram entregues pela Prefeitura na semana passada. Com a disponibilização de 10 reeducandos da Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem) que atuarão nos trabalhos, a obra foi então iniciada. O projeto foi finalizado em março, mas em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), foi preciso aguardar para executá-lo.

A última reforma no prédio foi feita em 2013, como ressalta a secretária adjunta de Justiça, Lenice Silva. “Até então, era considerada a unidade com a pior estrutura no estado, tanto que consideramos a possibilidade de fechá-la em dezembro do ano passado, mas felizmente conseguimos montar uma força-tarefa entre vereadores, Prefeitura, as organizações sociais, para destinar o valor necessário”.

Serão feitas adequações na estrutura que permitirão ampliação de 12 para 20 vagas, melhorias na ventilação dos quartos dos adolescentes e no monitoramento, retirada das tomadas elétricas dos quartos, entre outras.

Segundo o coordenador de Segurança socioeducativo, Glauder Benedito Figueiredo de Pinho, são mudanças fundamentais para a segurança da unidade. “A retirada das tomadas evita, por exemplo, o princípio de um incêndio, que eles costumam provocar com um curto circuito utilizando papel higiênico ou próprio colchão”, explica.

Os sete adolescentes foram temporariamente transferidos para o Case de Cuiabá, até que a unidade de Sinop esteja pronta. A expectativa é que a reforma seja concretizada em 45 dias.