Anúncios

O fluxo de veículos leve deve voltar a subir na neste prolongado de Dia da , comemorado entre 20 e 22 de novembro, chegando a um aumento de até 52% em comparação aos dias normais. A estimativa de tráfego é da Concessionária , que prevê um crescimento médio de 17% dos automóveis na rodovia a partir desta quinta-feira (19), quando as famílias começam a viajar para aproveitar os dias de folga. Em contrapartida, a presença dos veículos de carga deve reduzir, em média, 14%.

A previsão da Rota do Oeste aponta que o dia mais movimentado será nesta quinta-feira (19), quando o movimento de leves deve ser 52% mais alto e de pesados, 6%. Nos outros dias – sábado e domingo – o tráfego deve ser menos intenso, voltando a subir no domingo (22) somente para os automóveis, que devem atingir um crescimento de 37%. Já com relação aos pesados, todos os dias serão de queda.

Embora exista a previsão de redução no fluxo de veículos pesados, o gerente de Operações da Rota do Oeste, Wilson Ferreira, chama a atenção dos motoristas de veículos de passeio para os riscos existentes nas rodovias, especialmente dos que não são habituados a dirigirem em ‘estradas’.

“Nos feriados prolongados, diminui a participação das carretas e caminhões na , mas ainda assim eles estão presentes e o número é sempre alto. Quem não está acostumado com rodovias, deve redobrar a atenção. Dirigir em estrada não é a mesma coisa que trafegar dentro da cidade”, alerta.

Antes de sair de viajar, revise. É fundamental verificar as condições dos limpadores de para-brisa; condições dos freios; o óleo do motor; calibrar os pneus e avaliar a vida útil desse equipamento tão importante; verificar se todas as lâmpadas estão funcionando. “A revisão veicular é indispensável, quando se fala em rodovia, ela fica ainda mais importante. Principalmente, no período de chuva”, comenta o gerente de Operações.