Anúncios

No início da tarde terça-feira, dia  24/11/2020, a Polícia Judiciária Civil em capturou em flagrante delito um indígena de 19 anos de idade que horas antes havia atirado e matado a companheira conjugal de fato dele, uma adolescente de 14 anos de idade, também indígena.

O crime aconteceu por volta das 09 horas da manhã, em meio à área de floresta, próximo da Aldeia Indígena Mayrob, em Juara.

Após ter alvejado a vítima, juntamente com o irmão dela, que presenciou o fato, o autor do crime tentou socorrê-la a conduzindo de embarcação até a referida aldeia no intuito de que fosse atendida por profissionais de saúde, contudo, infelizmente a vítima não resistiu ao ferimento e antes mesmo de qualquer atendimento entrou em óbito.

No interrogatório a que se submeteu o autor do fato alegou que acreditava que arma de fogo, uma espingarda de calibre 32, estivesse descarregada e que não teve intenção de ceifar a vida da adolescente, a quem disse que amava.

O autor do fato foi autuado em flagrante delito com incurso no artigo 121 caput do CPB e será encaminhado à Cadeia Pública de Juara, onde permanecerá a disposição da Justiça local. Carlos Henrique Engelmann,  Delegado de Polícia.