Anúncios

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), iniciou as obras para a reestruturação do aeródromo Xavantina, localizado em Nova Xavantina (660,2 km de Cuiabá). As obras são realizadas por meio de uma parceria entre Estado e a prefeitura do Município.

Está sendo feita a pavimentação da pista de pouso e decolagem, do taxiway, além do pátio de estacionamento de aeronaves do aeródromo, que é municipal. Também será implantada a cerca operacional e patrimonial do local.  Ao todo o Governo do Estado está investindo R$ 1,2 milhão para a execução das obras, que conta também com recursos de contrapartida da prefeitura.

Governo inicia obras de reestruturação do aeródromo de Nova Xavantina

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a parceria junto aos municípios é uma maneira que o Governo do Estado tem adotado para dar uma melhor aplicação dos recursos públicos em infraestrutura, com a garantia de resultados para todos os mato-grossenses.

Isso porque investir em reestruturação e ampliação da malha aeroportuária vai proporcionar o crescimento econômico das cidades, o que atrairá mais investimentos aos municípios e desenvolvimento para . Além disso, vai trazer mais qualidade de vida aos moradores da região.

“Melhorar aeródromos e aeroportos é garantir, mais do que investimentos econômicos, melhorias na saúde e segurança ao cidadão, pois com um aeródromo é possível a chegada de uma UTI área e o policiamento, por exemplo. Você dá mais uma opção logística para entrada e saída dos municípios além das rodovias”, disse o secretário.

As obras são realizadas por meio de uma parceria entre Estado e a prefeitura do Município

Mais MT

Além dos investimentos já realizados em Nova Xavantina, toda a malha aeroportuária do Estado passará por reestruturação e ampliação, com um investimento da ordem de R$ 56,4 milhões. Os recursos serão destinados pelo Governo do Estado, como parte do programa Mais MT no eixo Infraestrutura, para a execução de obras e projetos até 2022.

Hoje existem 11 aeroportos estaduais, 23 sob gestão dos municípios e quatro concedidos à iniciativa privada – e estão previstos investimentos em obras e projetos de pavimentação, de restauração do pavimento, de construção de cercas operacionais, construção de terminais de passageiros, implantação de balizamentos e auxílios à navegação área, por exemplo.

O objetivo é proporcionar o desenvolvimento da aviação regional e sub-regional de Mato Grosso e, por consequência, atrair novas empresas aéreas e mais rotas conectando Mato Grosso a outras capitais brasileiras.

 Programa Mais MT vai investir R$ 56,4 milhões na malha aeroportuária