Anúncios

Durante esta semana, adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Rondonópolis (210 km ao Sul de Cuiabá) participaram de mais uma oficina do projeto Compartilhando saberes e experiências.

Idealizado pela psicóloga Maira Fabiana Delgado, o projeto teve início em março deste ano e já realizou 17 oficinas de culinária ministradas pelos servidores, adolescentes e .

Durante a oficina mais recente, os jovens aprenderam a fazer coxinha de massa de batata e recheio de , enroladinho de salsicha e croquetes de frango. Na ocasião, os menores acompanharam todo o processo desde o cozimento, desfio e preparação do recheio até a produção, modo de preparo, temperatura do óleo e outros.

Atualmente, nove adolescentes divididos em grupos de três participam do projeto. De março até o momento, eles aprenderam a fazer pães, roscas, pizzas com e sem borda recheada, esfirras abertas e fechadas, bolos de chocolate e de cenoura com recheio, além de sabão em barra e líquido a partir de óleo reciclado.

A psicóloga Maira Fabiana Delgado, idealizadora e responsável pelo projeto, afirma que o projeto é importante porque durante sua atuação junto ao socioeducativo pode perceber que muitos dos adolescentes não tiveram essas experiências em casa. 

“Como qualquer adolescente, eles são desajeitados e quando veem que conseguem fazer algo bom, ficam bastante satisfeitos e competindo entre si, para ver quem consegue fazer melhor e mais caprichado. E esses momentos precisam ser valorizados. É também uma de trabalhar a autoestima desses jovens tão marginalizados pela sociedade”, pontuou a servidora.

Estão previstos ainda palestras e rodas de conversas com diversos profissionais que possam passar um pouco de suas experiências aos jovens cumprem medida socioeducativa. ressaltar que as oficinas foram realizadas pelo trabalho dos servidores e com dos insumos usados por parte de pessoas físicas e parceiros, como é o caso da Igreja Universal e da Penitenciária da Mata Grande.