Anúncios

Cinco frentes de trabalho da força-tarefa da Operação II atuam diretamente para conter o incêndio que atinge o Pantanal mato-grossense. As áreas que recebem ações estão localizadas nas proximidades do SESC Porto Cercado, Parque Estadual Encontro das Águas e na região da Estrada Transpantaneira.

Seis aeronaves são utilizadas para monitorar e reconhecer os novos focos de calor. Duas delas foram enviadas nesta quarta-feira (09.09) para possibilitar o lançamento de aproximadamente 30 mil litros de água nas frentes dos incêndios que avançam da porção Sul do Parque Encontro das Águas e nas proximidades de Porto Jofre, em Poconé (distante 102 km de Cuiabá).

A região do Parque Encontro das Águas foi considerada uma das frentes prioritárias pelo plano operacional, coordenado pelo Comitê Temporário Integrado Multiagências de Coordenação Operacional de MT (Ciman/MT).

“É importante destacar que essas cinco frentes de combate são estabelecidas por meio de monitoramento aéreo, por validação das imagens de geomonitoramento e pelas equipes terrestres. Só então os objetivos estratégicos são traçados. Só é possível alcançar as cinco frentes de combate aos incêndios florestais por causa da integração das forças da otimização dos recursos, e da deliberação conjunta que chamamos de comando unificado”, explica o tenente-coronel Bombeiro Militar, Dércio Santos da Silva, coordenador-geral do Ciman/MT.

Lançamento da Operação Pantanal 2 para combate ao incêndio na região
Créditos: Mayke Toscano/Secom-MT

Do total de 136 pessoas atuando no combate às chamas, 37 são militares do Corpo de Bombeiros Militar de , 33 militares da Marinha do Brasil, 21 funcionários do SESC, 15 do ICMBio, 14 do IBAMA, 12 militares do CBM de Mato Grosso do Sul e quatro servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Frentes de trabalho no Pantanal

Veja os locais que possuem Comandos contra incêndios:

Sesc Porto Cercado – Contém um complexo de ecoturismo da Estância Ecológica Sesc Pantanal, localizado em Poconé, às margens do Rio Pantanal. Equipes estão utilizando o contrafogo (queimada controlada de uma área para frear a propagação de um incêndio de grandes proporções), com o objetivo de proteger a extremidade leste da Reserva.

Transpantaneira setor norte – Equipes terrestres são empregadas na continuidade do combate ao incêndio na região da Fazenda Rosário, Rio Alegre e de proteção das pontes da Transpantaneira. Aeronaves de combate a incêndios florestais auxiliam no monitoramento de novos focos de calor.

Parque Estadual encontro das Águas – Equipes utilizam a técnica do contrafogo no talhão formado entre a transpantaneira, a estrada da Fazenda São João e a área queimada, além do combate ao fogo na região.

Transpantaneira setor Sul – Combate direto ao fogo com aeronaves Airtractor do IBAMA, no entorno da Fazenda Santa Rosa, e ações de vigilância e proteção das pontes de madeira.

Terra indígena Guató – Atuação dos brigadistas do IBAMA utilizando Aeronave do PrevFogo.

Operação Pantanal II

A operação foi deflagrada no dia 7 de agosto, e desde então empenha esforços para proteção da maior planície alagável do mundo. A região abriga o Parque Encontro das Águas, e Porto Jofre, conhecidas como a maior concentração de onças pintadas do mundo.