Anúncios

“Orem por mim. Amo vocês”, afirmou a médica Dieynne Saugo, picada por uma cobra em uma cachoeira em , no Mato Grosso, em um bilhete postado nas redes sociais por sua família.

Saugo foi picada duas vezes por uma cobra, no rosto e braço, quando o animal caiu na água enquanto a vítima se banhava na cachoeira em Nobres.

O incidente ocorreu em 30 de agosto. A pousada em que a médica estava hospedada não tinha soro antiofídico. Em seguida, na última quinta-feira (3), foi transferida para o Hospital Albert , em .

“Alguns minutos atrás recebemos uma notícia maravilhosa, que a Dy pediu para enfermeira nos ligar, e ela achou necessário para a recuperação dela”, diz a legenda da , que mostra o bilhete escrito “orem por mim, amo vocês”.

A família postou a foto no perfil da médica. “Ela deu vários sorrisos ciente de que essa tempestade está prestes a terminar. Quem conhece ou segue a DY sabe a vontade que ela tem de viver, e saibam que ela está lutando e muito”, continuou.