Anúncios

Com índices de umidade que podem chegar abaixo dos 10%, o ideal é realizar uma boa ingestão de líquidos, como indica a nutricionista, Dra. Carla Queiroz, que conversou com o Saúde para alertar sobre a importância em beber água e de comer alimentos que também propiciem uma boa hidratação, que é tão importante para o bom funcionamento do organismo.

A nutricionista explica que a água é fundamental para o transporte de substâncias como sais minerais, nutrientes e o oxigênio pelo sangue, auxiliando na distribuição de nutrientes para as células do corpo, ajuda a regular a temperatura do corpo, funcionamento dos órgãos, veículo de transporte de nutrientes essencial para a manutenção da vida, bem como auxilia a eliminar toxinas, através do suor e da urina. “A água também tem uma relação íntima e muito importante com o metabolismo por ajudar no transporte da síntese das substâncias”, ressalta.

A água pode ser ingerida por diversas formas: in natura e por meio de alimentos ricos em água. A maior parte das frutas contém entre 80 e 90% de líquidos. Já as verduras e legumes cozidos, na forma de saladas, costumam ter mais de 90% do seu peso em água, “então, quando a alimentação é baseada nesses alimentos eles podem fornecer cerca da metade da água que precisamos ingerir”, explica a nutricionista.

Boa dica para complementar a hidratação nos dias mais quentes, principalmente quando ao ar livre é incluir nos lanches as frutas, principalmente as cítricas e delas o destaque fica para a laranja e para a semi cítrica, melancia, que são refrescantes e contém alto teor de água.  Como os dias também têm sido de altas temperaturas, a Dra. Carla lembra que os picolés preparados em casa, com sucos de frutas, também são uma ótima opção para as crianças se refrescarem e se hidratarem.

Diferente dos alimentos naturais, ou minimamente processados, os alimentos ultra processados são, em geral, escassos de água “então é preciso tomar muito cuidado com eles, como os salgadinhos de pacote, biscoitos e outros, que costumam ter menos que 5% de água em sua composição, além de um alto teor de sódio que auxilia na desidratação do corpo”, alerta a doutora.

A preferência é sempre por água consumida pura ou as saborizadas e aromatizadas com rodelas de limão, folhas de hortelã, cravo, canela, alecrim, gengibre, tomilho, pouco de chia para ficar rica em fibra, entre outras. A nutricionista lembra que há diversas opções para que o consumo se torne mais atrativo, e chama a atenção às bebidas muito doce, como refrigerantes, suco de caixas, pois tende ao consumo muito alto de conservantes e açúcares artificiais que ”às vezes até inibe a absorção de outros nutrientes”.