Anúncios

Uma mulher identificada como Carla Andreia Monteiro, de 46 anos, foi morta com um tiro na noite da última quarta-feira (12), no bairro Vitória, em (715 km de ). O suspeito do crime é o seu marido, que foi flagrado correndo da casa em posse de uma espingarda. Antes de matar a mulher, vizinhos ouviram ele dizendo: “É Carla, já te amei”, seguido de vários gritos de ‘não, não, não’.

De acordo com o boletim de ocorrências, o crime ocorreu por volta das 20h50. O homem foi visto por vizinhos quebrando o cadeado da casa da vítima e invadindo o local.

Logo em seguida foram ouvidos dois disparos e o homem saindo correndo, com uma espingarda na mão, em fuga.

A foi acionada e ao entrar na casa encontrou a mulher morta com um tiro no peito sobre a cama. No cômodo, várias malas e sacolas, como se a vítima se preparasse para mudar.

Segundo o investigador que atendeu a ocorrência, havia uma marca de disparo ainda na sala, indicando que o homem tentou matá-la logo que entrou, mas ela correu para o quarto.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Legal (IML) para exames de necropsia.

Ainda conforme informações do boletim de ocorrência, Carla e o suspeito identificado como Uilson Morete Rodrigues, de 42 anos, tinham um relacionamento conturbado, com brigas constantes.

A informação ainda é de que dias atrás, Carla teria tentado tirar a própria vida, cortando o pulso com um canivete. Na situação, ela foi socorrida pelo .

Policiais Militares que estiveram no local do crime chegaram a realizar buscas pelo suspeito, mas até a manhã desta quinta-feira (13), ele não havia sido encontrado.

Um inquérito deverá ser instaurado pela Polícia Civil para investigar o caso.