Anúncios

Um vídeo mostra o momento em que o policial civil Wusguesley Cavalcante Pereira, teria quebrado o braço da sua ex-namorada, a massoterapeuta Dediane da Silva Coelho, de 34 anos, durante uma briga generalizada na loja de conveniência de um posto de combustíveis, na saída para Chapada dos Guimarães, em . O fato ocorreu por volta das 19h, do dia 26 de Julho.

Conforme o boletim de ocorrência, registrado pela amiga da vítima, Dediane se envolveu em uma briga, com mulheres sentadas na mesa ao lado. Após uma delas ter tentado beijá-la à força. Ela empurrou a assediadora e a acompanhante da mesma passou agredir Dediane, dando início a uma confusão.

O policial civil e um amigo, também policial, entraram no meio, para separar as mulheres, momento em que ela levou um soco na cabeça e um golpe conhecido como “chave de braço”.

A mulher teve fraturas no ombro e cotovelo e precisou passar por cirurgia no Hospital Só Trauma, na Capital e a amiga foi até a 1ª Delegacia de Polícia no dia seguinte para confecção do boletim de ocorrência.

Pelas imagens é possível ver o momento em que o investigador e um homem tentam separar uma briga que ocorre entre Dediane e outra mulher.

No vídeo, é possível ouvir quando Dediane começa a gritar. “Você quebrou meu braço”, disse ela.

Dediane já recebeu alta médica, mas, segundo amigos mais próximos, está abalada psicologicamente

Procurada, a assessoria da Polícia Judiciária Civil (PJC) informou que a Corregedoria tem conhecimento dos fatos em relação ao policial civil e está adotando as providências legais cabíveis para apuração dos mesmos.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, na Capital.

Veja o vídeo: