Anúncios

Homem de 49 anos que impediu que Célio Roberto Balieiro, de 37 anos, matasse a esposa com golpes de machadinha foi preso porque, ao aplicar o golpe “mata leão” no agressor, acabou matando-o.

 

O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (20) em . O preso passava pela rua, por volta das 23h30, e ao ver a cena de agressão interferiu. A Polícia Militar, que havia sido acionada, ao chegar ao local viu o homem segurando Célio, que já estava desacordado. A mulher de Célio, que já tinha sido atingido por golpes de machadinha, inclusive tinha um corte no pescoço, estava desmaiada no meio da rua.

O Corpo de Bombeiros Militar encaminhou o casal para o hospital, onde foi constatada a morte de Célio.

O suspeito relatou à Polícia Militar que estava conduzindo seu carro quando percebeu que o homem estava com uma machadinha no pescoço da mulher, de imediato ele quis ajudar e  imobilizou o homem com um “mata leão” até a chegada da polícia.

Segundo informações, tudo começou na casa da mãe de Célio, onde estava ele, sua esposa R., sua ex-esposa S., e sua mãe.  Ele ingeriu grande quantidade de bebida alcoólica, caiu no chão e começou passar mal. A mãe chamou uma pastora para fazer uma oração por Celião.

R. disse que era frescura e que ele já havia ficado assim outras vezes, momento em que ela e S. começaram discutir na sala. Momentos depois, Célio saiu do quarto onde estava com a pastora e pegou duas machadinhas e disse que iria matar sua mulher.

Ele correu atrás dela enquanto gritava “aqui está o demônio”. A vítima fugiu para a rua, mas foi pega pelo companheiro que começou dar golpes de machadinha na mesma.  Os vizinhos assistiam o crime, mas não tiveram coragem de intervir, por medo de Célio. No entanto, acionaram a Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros.

Celião, que agia como se estivesse possuído, estava preste a dar o golpe final pressionando o machado no pescoço de R., o homem apareceu e deu um ‘mata leão’ nele.