Anúncios

A menina de dois anos, vítima de maus-tratos, continua internada na da Santa Casa de Rondonópolis. Segundo as informações do hospital, o estado de saúde dela é grave.

A foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência na última quarta-feira (22), em uma residência no Parque Universitário.

Segundo a conselheira tutelar, Josiane Gentil, a mãe e o padrasto da criança disseram a equipe médica que a vítima tinha se engasgado. Porém, existiam marcas de mordidas e queimaduras pelo corpo da criança.

“Em todos esses anos que estou no Tutelar, nunca tinha visto uma criança tão machucada em toda a minha vida. Ela tem marcas por todo o corpo, o disse também que provavelmente ela esteja com costelas quebradas, traumatismo craniano e desnutrição gravíssima. É muita maldade”, disse Josiane.

A mãe e o padrasto da criança foram conduzidos para 1ª Delegacia de Polícia por suspeita de maus-tratos. Após prestarem depoimentos, foram encaminhados para exame de corpo de delito no Instituo Médico Legal. A mulher de 23 anos foi encaminhada para Cadeia Pública Feminina, já o homem de 25 anos foi para o Anexo da Penitenciária da .

Ainda segundo o Conselho Tutelar, o casal afirmou estar em Rondonópolis há menos de três meses e que não possuem parentes na cidade.