Anúncios

Um homem de 48 anos foi preso na Comunidade São João, na , zona rural de Manaus, nesta terça-feira, (21), suspeito de estuprar e engravidar a enteada, 28, que é deficiente intelectual. Além dela, o homem também é suspeito de abusar sexualmente de três sobrinhas, de 14, 16 e 18 anos. A prisão do suspeito foi uma ação coordenada entre a Delegacia Especializada em Proteção à e ao Adolescente (Depca) e o 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

De acordo com a delegada da Depca, Joyce Coelho, os crimes aconteciam desde 2011, mas só foram denunciados em 2019, após uma das vítimas assistir a uma palestra educativa na . Ela procurou a mãe e contou que desde os nove anos de idade era abusada sexualmente pelo companheiro da tia.

“A adolescente de 14 anos foi junto com a mãe até a Delegacia da Criança e do Adolescente, onde formalizou a denúncia, e a partir de fevereiro do ano passado começaram as investigações”, disse a delegada.

Logo após a denúncia, as outras sobrinhas também denunciaram os abusos. Ainda de acordo com a delegada Joyce Coelho, durante as investigações foi descoberto que a mãe da deficiente intelectual sabia das atitudes do homem e era conivente com o crime.

“A vítima deficiente intelectual contou que a mãe sabia dos abusos que vinham acontecendo, e que, em algumas vezes, participou dos atos sexuais junto com o companheiro”, relatou a delegada. “As investigações apontaram também que ela engravidou, mas teve um aborto espontâneo”, completou.

O homem será indiciado por estupro de vulnerável e, após dos procedimentos na Depca, será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por de custódia, via conferência.