Anúncios

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para o tratamento de pacientes com o novo () em hospitais particulares de Mato Grosso chegou aos 89% nesta terça-feira (16). O número foi confirmado pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat).

O número, segundo o Sindicato, pode sofrer variações, pois os internados entram e saem diariamente. Segundo a diretora executiva do Sindessmat, Patricia West, os leitos disponíveis nas unidades hospitalares privadas passam por oscilações frequentes por conta do remanejamento e disponibilidade de novos leitos exclusivos para o tratamento de paciente acometidos com coronavírus.

Além disso, ela explica que por conta do afastamento de da saúde com suspeita ou confirmação de contaminação, muitos precisam cumprir , e isso reduz o quadro de profissionais de saúde disponíveis.

Os dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) da última terça-feira (16) mostraram que, pelo Sistema Único de Saúde (), a taxa de ocupação das era de 74%, e a da enfermaria, de 22,5%.