Anúncios

Um homem, que não teve a identidade revelada, foi preso na noite da última terça-feira (2) pela após causar alvoroço em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de (215 km de ).

De acordo com os funcionários da unidade hospitalar, o homem se recusava a usar a máscara de proteção facial e aguardar enquanto o local era desinfeccionado, tendo em vista que havia acabado de passar um paciente com sintomas de por ali.

Ele teria ameaçado as pessoas e cuspiu em duas delas.

O agressor foi imobilizado e detido por um soldado que fazia plantão no local. Uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi acionada para buscar o homem e encaminhá-lo à Delegacia de , onde a ocorrência foi registrada por perturbação da tranquilidade pública.

Já na unidade policial, o acusado começou a alegar que estava passando mal, com falta de ar. Então, uma equipe de socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até a delegacia e prestou atendimento ao ‘preso’. Não foi informado o atual estado de saúde do agressor.

Desde o dia 05 de maio, enquanto estiver vigente o decreto de calamidade pública, os estabelecimentos públicos e privados que estiverem em funcionamento em qualquer município de devem exigir o uso de máscaras faciais dos funcionários, colaboradores e clientes.

Em caso de descumprimento, o estabelecimento será multado em R$ 80 por pessoa que estiver sem a máscara.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.