Anúncios

Se você é jovem e ainda não teve a chance de ter sua primeira experiência no mercado de trabalho, então o programa pode ser a porta de entrada ideal para sua carreira.

De fato, por meio dessa iniciativa você poderá conseguir uma profissional básica, para dar os primeiros passos em sua trajetória. Ademais, são várias as capacitações à disposição dos jovens interessados nesse programa.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, explicamos como você pode se inscrever e aproveitar as oportunidades de evolução profissional abertas pelo programa Aprendiz Legal. Acompanhe na !

Quem pode participar do programa Aprendiz Legal?

Para ter acesso às vagas oferecidas pelo Aprendiz Legal, os candidatos devem ter idades entre 14 e 24 anos.

No entanto, no caso de pessoas com deficiência, é importante ressaltar que não há essa exigência, podendo os candidatos ter idades superiores a 24 anos.

É importante, também, que os candidatos estejam cursando o ou o fundamental. Nesses casos, os estudantes devem frequentar a escola para se manterem como aprendizes.

Jovens que já concluíram o ensino básico podem participar, contanto que estejam dentro da faixa etária exigida.

Outra ressalva importante concerne aos jovens que se encontram em localidades onde não há escolas com ensino médio.

Nessas situações, a contratação dos aprendizes poderá ser feita mesmo que este não frequente a escola, contanto que já tenha concluído o ensino fundamental.

Quais são os cursos oferecidos pelo Aprendiz Legal?

As instituições parceiras do programa Aprendiz Legal disponibilizam cursos em diversas áreas, visando atender a diversas demandas dos jovens e do mercado de trabalho.

Entre as capacitações oferecidas, podemos mencionar o curso de Comércio e Varejo, de Logística, de Telesserviços e de Práticas Bancárias. Há, ainda, as seguintes opções:

  • Auxiliar de produção industrial;
  • Ocupações administrativas;
  • e hospitalidade;
  • Telemática;
  • Auxiliar de alimentação.

Como participar do programa Aprendiz Legal?

Caso você atenda aos requisitos desse programa, pode fazer sua inscrição em uma das instituições parceiras.

Para saber quais são elas, basta entrar no oficial do Aprendiz Legal e acessar a aba do menu “Como participar”.

Nessa página, você poderá localizar as instituições que oferecem vagas de cursos com as respectivas informações de contato.

Já o procedimento de inscrição pode ser feito tanto por telefone quanto pela internet. Nesse último caso, é possível realizar a inscrição preenchendo um cadastro com informações pessoais no site da Gerar ou do .

É importante salientar que a inscrição nesses cursos é totalmente gratuita, não havendo também cobranças de mensalidades.

No que diz respeito às oportunidades profissionais, as contratam jovens entrando em contato com as instituições que oferecem as capacitações.

O contrato do Aprendiz Legal

Ademais, a vinculação do jovem ao programa Aprendiz Legal é feita mediante um contrato.

Nesse documento devem estar claras todas as regras de contratação do jovem, assim como seus direitos e deveres. A seguir, explicamos em mais detalhes as regras desse contrato.

Duração

O contrato do aprendiz deve durar entre 11 e 23 meses, ou seja, tem duração máxima de 2 anos.

Informações

Entre as informações que devem estar presentes nesse contrato, podemos listar o tempo de duração, o curso escolhido pelo aprendiz e a quantidade de horas da parte prática e da parte teórica.

O valor dos encargos trabalhistas e os benefícios também devem ser informados no contrato.

Direitos de deveres

As instituições vinculadas ao Aprendiz Legal se comprometem a oferecer uma formação técnica e profissional compatível com o desenvolvimento físico e psicológico dos jovens.

Estes, por sua vez, têm como obrigação cumprir as tarefas necessárias a sua formação.

Aprendiz Legal: mais oportunidades para quem procura o primeiro emprego

Assim, podemos concluir que esse programa é um excelente incentivo aos jovens que procuram por Oportunidades Profissionais.

De fato, por meio do Aprendiz Legal, é possível ter uma formação não somente teórica, mas, também, prática. Dentro das empresas, os jovens são acompanhados e passam a conhecer o ambiente laboral bem de perto!

 

E você, o que acha dessa de dar os primeiros passos na sua carreira? Comente!