Anúncios

Em reunião na última quarta-feira (10) o Comitê de Enfrentamento ao de Chapada dos Guimarães (69 km de ), decidiu fechar o comércio que não é considerado essencial à população neste tempo de .

A justificativa é tentar diminuir o número de casos suspeitos no município, uma vez que a taxa de ocupação de leitos de UTI’s no Estado de já ultrapassaram 60% e o município pode correr o risco de não conseguir atender aos pacientes que necessitarem de internação nesses leitos.

Haverá no sábado (13) outra reunião do Comitê para definir o que abre e o que fecha do
comércio. Deverão funcionar apenas os que são considerados serviços essenciais.

A Prefeitura já havia decidido fechar o comércio no último dia 21 de março, mas liberou bares e restaurantes em 12 de abril. Em 7 de maio, a opção foi por fechar a Praça central e reduzir o horário do comércio.

Chapada dos Guimarães tem 18 casos de -19 confirmados e já registrou dois óbitos. O maior problema é que o município não possui rede de , nem pública e nem particular, para atender pacientes em situação grave.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.