Anúncios

A Controladoria Geral da União (CGU) apontou que 730 de receberam ilegalmente o auxílio de R$ 600 concedido pelo governo federal para trabalhadores com autônomos e sem carteira assinada durante a de no país.

O levantamento foi feito com base em dados do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) e da própria CGU, que vasculhou dados dos pagamentos do auxílio. Segundo informações publicadas pela assessoria de imprensa do órgão nesta segunda-feira (22), mais de R$ 453 mil foram desperdiçados no estado com os pagamentos irregulares.

O levantamento, que busca dar suporte às ações e decisões do Ministério da Cidadania relacionadas ao pagamento do auxílio, é fruto de um acordo de cooperação técnica firmado entre a CGU e a Cidadania em abril. Um dos cruzamentos realizados busca identificar agentes públicos cujos CPF foram incluídos para o recebimento do auxílio.

Além de agentes públicos federais, a CGU, em parceria com órgãos de controle de outras esferas, avançou na análise de agentes estaduais e municipais em 23 unidades da Federação.