Anúncios

Pessoas com sintomas da -19 não devem tomar a vacina contra a gripe. De acordo com a infectologista Glória Brunetti, do pronto-socorro do Hospital Emílio Ribas, em , a orientação é a mesma para qualquer possível infecção.

“A vacina vai exigir que seu organismo produza agentes de defesa para aquele vírus, para que diante de um possível contato real, você esteja protegido. Se naquele momento você tem um outro agente etiológico causando uma infecção, é claro que a defesa do seu corpo vai estar dividida.”

Em orientação aos estados sobre a companha nacional de vacinação, o Ministério da informa que não existem informações específicas sobre a interação da vacina com o novo coronavírus, mas a restrição existe para minimizar a possibilidade de disseminação da doença. Por outro lado, pacientes curados de covid-19 podem tomar a vacina.

A infectologista destaca ainda que a é importante, especialmente nos grupos de risco. “Você vai se prevenir de mais de um agente, mas espere estar assintomático para que você possa tomar de maneira segura.”

As recomendações do Ministério para a incluem, ainda, horário estendido, ampliação da força de trabalho e parceria com instituições de ensino para montar equipes de reforço com estudantes da área.

Essas medidas têm o objetivo de diminuir a espera e as filas, evitando aglomerações. A distância entre as pessoas na fila deve ser, idealmente, de 2 metros.

A frequência de limpeza dos locais de vacinação deve ser aumentada e o deve ter local para higiene das mãos ou álcool em gel 70%.