Anúncios

Um enfermeiro identificado como Athaide Celestino da Silva, de 63 anos, morreu com , neste sábado (2), após ficar 37 dias internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em . Esta é 12ª morte registrada no estado em decorrência da doença.

Athaide era enfermeiro há 37 anos e trabalhava na Unidade III do Hospital Adauto Botelho, onde foram confirmados 17 casos de -19 no dia 7 de abril, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Ses). Entre as pessoas infectadas, 13 eram servidores e quatro eram pacientes que estavam na Unidade III. Grande parte dos casos apresentaram sintomas leves ou não manifestaram sintomas.

O enfermeiro estava internado na UTI de um hospital particular da capital desde o dia 26 de março, e respirava por ventilação mecânica. Athaide era cardiopata e hepatopata e era hipertenso, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

Todos os pacientes e profissionais da Unidade III do Adauto Botelho que tiveram diagnóstico positivo ou que mantiveram qualquer tipo de contato com os diagnosticados cumpriram regime de isolamento ou quarentena.

O secretário estadual de Saúde lamentou a morte do servidor e manifestou o sentimento de pesar a todos os familiares e amigos. “É com profunda tristeza que recebo a notícia do falecimento deste profissional da Saúde do Estado e expresso os meus sinceros sentimentos à família do nosso colega”, destacou Gilberto Figueiredo, que acrescentou ainda que todos os profissionais da Saúde têm trabalhado intensamente no combate à Covid-19, com o objetivo de vencer a batalha contra o vírus.

De acordo com os dados oficiais, esta é a 12ª morte ocasionada pelo em Mato Grosso, sendo o terceiro óbito registrado e notificado pelo município de Cuiabá.

Os Boletins da SES apontam que as outras mortes causadas em decorrência da Covid-19, em Mato Grosso, envolveram residentes dos municípios de Sinop, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã, Rondonópolis, Mirassol D’ Oeste, Barra do Garças e do Rio de Janeiro – que estava em Mato Grosso.

As informações oficiais sobre todos os óbitos já registrados no estado constarão no Boletim Informativo deste sábado (2).

Nota

É com profundo pesar que a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informa o falecimento do servidor público e enfermeiro, Athaide Celestino da Silva, profissional que atuou por 37 anos na Saúde Estadual e trabalhava na Unidade III do complexo de saúde do Adauto Botelho. O óbito ocorreu em função da Covid-19 e após cerca de 37 dias de internação hospitalar, sendo a maior parte em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Neste momento de dor, o secretário estadual Gilberto Figueiredo, bem como toda a administração pública estadual, expressa os sentimentos de pesar e força aos familiares e amigos do servidor. 

Representada ainda por todos os colegas e profissionais, a SES-MT manifesta sincera gratidão pela trajetória de mais de três décadas dedicadas à Saúde do Estado, marcada sobretudo pelo compromisso e respeito.

Ascom | SES-MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (02.05), 333 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (141), Rondonópolis (50), Sinop (20), Várzea Grande (15), Cáceres (10), Tangará da Serra (9), Primavera do Leste (9), Mirassol D’Oeste (8), (8), Lucas do Rio Verde (7), São José dos Quatro Marcos (6), Nova Mutum (5), Barra do Garças (4), Ipiranga do Norte (3), Confresa (3), (2), Querência (2), Poconé (2), Peixoto de Azevedo (2), Jangada (2), Curvelândia (2), Canarana (2), Aripuanã (2), Alta Floresta (2), Vila Bela da Santíssima Trindade (1), (1), Poxoréu (1), Pontes e Lacerda (1), Pontal do Araguaia (1), Nova Monte Verde (1), Lambari D’Oeste (1), Conquista D’oeste (1), Campo Novo do Parecis (1) e residentes de outros Estados (8).

Nas últimas 24 horas, surgiram 13 novas confirmações em Cuiabá (3), Rondonópolis (1), Várzea Grande (1), Cáceres (2), Jaciara (2), Nova Mutum (3) e Curvelândia (1). Em errata, a SES corrigiu o número de casos de Tangará da Serra para 9, por duplicação de casos, e de Lucas do Rio Verde para 7, por se tratar de um residente de outro estado (valor que foi incluído nesta categoria).

Dos 333 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 112 estão em isolamento domiciliar e 189 estão recuperados. Há ainda 20 pacientes hospitalizados, sendo 10 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 10 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 97 leitos de UTI e 398 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 58% dos diagnosticados são do sexo feminino e 42% masculino; além disso, 159 pacientes têm faixa-etária entre 36 a 55 anos. O documento ainda aponta que um total de 2.064 amostras já foram processadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 96 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES (disponível neste link), a partir das 17h.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (01), o Governo Federal confirmou 91.589 casos da Covid-19 no Brasil e 6.329 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 5.901 mortes e 85.380 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, o Ministério não atualizou os dados de sábado (02).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.