Anúncios

Três membros do Comando Vermelho (CV) foram presos em flagrante, após sequestrar uma mulher, o esposo e o pai dela, na madrugada da última quarta-feira (13), na zona rural e Guiratinga (328 km de Cuiabá). O crime foi motivado por acreditaram que ela pertencia à facção rival PCC, que não é “autorizada” a morar no local.

De acordo com informações da , um homem e o sogro estavam na beira do Rio Bandeira, quando de repente, sua esposa chegou acompanhada de três suspeitos. Os homens então alegaram que a vítima fazia parte do PCC de .

O trio supôs que ele integrava a facção criminosa por conta de fotos nas redes sociais. Por conta disso, não aceitariam uma facção rival na região, apenas do Comando Vermelho. Os suspeitos então ameaçaram as vítimas e as obrigou a entrar em um Honda Civic.

Em seguida, o grupo manteve as vítimas em cárcere privado na residência deles até às 20h30. Passado o momento de tensão, eles decidiram leva-los até um local ermo, próximo ao Córrego Lajeadinho, onde ameaçaram executá-los.

Contudo, a mulher começou a passar mal. Os bandidos decidiram abrir a porta do e disseram que matariam o pai dela ali mesmo. Aproveitando o momento de distração, o marido conseguiu fugir pelo matagal e ouviu um disparo.

Após muito procurar, ele conseguiu sair do mato e chegar no 2° Batalhão de Polícia, local em que pediu ajuda.

Em diligência, junto com policiais civis, os agentes foram informados que o homem e a mulher tinham sido liberados

Na casa dos criminosos, os agentes de encontraram o veículo utilizado na ação. Durante buscas, os acusados foram achados e detidos em flagrante.

Os bandidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, onde foi constatado que eles estão sob condicional e um estava com a tornozeleira desligada.

Em depoimento, a mulher informou que haviam mais cinco pessoas envolvidas, que na casa teriam dito que matariam as vítimas.

No boletim de ocorrência não consta se as vítimas realmente integram o PCC. Questionada sobre a informação, a PM não soube responder. O caso agora é investigado pela .

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.