Anúncios

Um policial militar identificado como Ricardo Ferreira Azevedo, de 36 anos, foi morto na noite da última quinta-feira (28), após ser confundido com um bandido e ter sido baleado por um tenente da Força Tática, na região central de . O PM, que seria da inteligência, estava a paisana e realizando uma abordagem, quando foi atingido pelo colega de farda.

Conforme informações, o policial estava realizando o acompanhamento de uma motocicleta suspeita. Por trabalhar no setor de Inteligência, ele não anda fardado. Ele abordou os suspeitos num posto de combustível localizado no entroncamento da Avenida do CPA com a Prainha.

A equipe da Força Tática avistou a abordagem e percebeu que o policial estava armado, mas não sabia que se tratava de um policial à paisana.

Então, um disparo foi realizado e atingiu o soldado, na região pélvica. Após ser baleada, a vítima se identificou como policial militar da inteligência da 21º Companhia da PM, que fica no Centro Histórico.

Após contatarem que, de fato, era policial, Ricardo foi socorrido em uma viatura e encaminhado para o , onde foi levado para a sala de cirurgia, mas não resistiu ao ferimento e acabou morrendo.

O local do incidente foi isolado e Perícia Oficial acionada. Ricardo era casado e deixa 3 filhos.

A deverá se posicionar através de nota ainda nesta manhã. O comandante do Comando Regional I, coronel Esnaldo de Souza Moreira, classificou o fato como uma tragédia.

 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.