Anúncios

A em Cláudia (620 km de Cuiabá) prendeu os suspeitos de um homicídio ocorrido em um assentamento do município, no início do mês. Os suspeitos, que são pai e filho, se apresentaram na sexta-feira (15) na Delegacia de Cláudia, acompanhados de advogado. Após os procedimentos policiais, eles foram encaminhados à Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Ferreira, em Sinop.

As investigações sobre o crime, ocorrido no Assentamento 12 de outubro, foram coordenadas pelo delegado Ugo Ângelo Reck e culminaram com o cumprimento de mandados de busca e apreensão, que teve apoio de policiais civis de Sinop, para localizar os suspeitos e a arma utilizada no homicídio. As buscas foram realizadas no  sítio dos suspeitos, localizado no mesmo assentamento.

O homicídio

No dia 1º de maio, o rapaz de 31 anos foi morto a tiros na frente de seu sítio, no assentamento 12 de outubro, após um desentendimento com o suspeito mais novo. No dia do crime, a vítima estava no sítio de um amigo e no fim da tarde foi até um comércio do assentamento para comprar bebida alcoólica, pois fariam um churrasco. Ao chegar ao local, a vítima avistou um dos suspeitos, com quem tinha um desentendimento anterior, e ambos começaram a discutir, chegando a trocar agressões. Após a briga, a vítima entrou em seu e ao sair, derrubou a moto do suspeito, que quebrou a janela traseira do veículo da vítima.

Ao chegar ao local onde fariam o churrasco, a vítima estava nervosa, porém, foi acalmada por sua esposa e pelas testemunhas que estavam no sítio. Logo depois, as testemunhas avistaram um veículo parar em frente à entrada do sítio, com os dois suspeitos. Um deles disse para todos ficarem quietos e que se alguém mexesse iria matar todos. O suspeito mais novo foi em direção à vítima e fez os disparos. A vítima ainda tentou correr, mas logo caiu atingido por disparos nas costas e na cabeça. Após os tiros, os dois suspeitos ainda levaram o da vítima, que foi abandonado na estrada que dá acesso ao assentamento.