Anúncios

Motorista da Amarok que se envolveu no acidente que resultou na morte de 4 pessoas da mesma família, na tarde de domingo (3), na , em (800 km de ), foi preso em flagrante por homicídio doloso. Ele dirigia sob efeito de bebida alcoólica e se negou a fazer o teste do bafômetro. Valdir Siqueira Júnior, de 28 anos, recebeu alta do , na última terça-feira (05), e já foi encaminhado para a cadeia.

De acordo com informações repassadas pelo delegado da de Alta Floresta, Vinícius de Assis Nazário, Valdir Siqueira foi preso em flagrante e ficou sobe escolta policial durante internação no hospital.  “Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas a médica que o atendeu relatou que ele deu entrada com odor etílico. Estamos autuando ele por homicídio doloso, com dolo eventual, com quatro mortos, embriaguez ao volante e por se afastar do local do acidente para evitar responsabilização criminal”, explicou, anteriormente, o delegado, acrescentando que os crimes são inafiançáveis.

A versão que o delegado apontou é que após uma ultrapassagem feita por Valdir que “foi tentar passar um caminhão e não viu o outro motorista, mas fez a ultrapassagem em um local proibido, que é uma dupla faixa contínua. Não poderia ter feito naquele local e, quando iniciou, o Sandero que estava na mão correta, colidiu com a caminhonete”, detalhou o delegado. “Estavam ele e a namorada no veículo, sendo que ela teve as pernas quebradas e ele praticamente não se feriu. Depois da colisão alguém os socorreu, sendo a mulher levada ao hospital regional e ele se internou em uma unidade hospitalar privada da cidade”, acrescentou o delegado.

As vítimas fatais foram identificadas como Jacinto Faquinello, Elisandra Aparecida, o filho João Vitor Freitas, 5 anos e a sobrinha do casal, Nicole Rodrigues de Freitas, 10 anos. Todos foram sepultados na segunda-feira (4), em Alta Floresta.