Anúncios

Uma mulher identificada como Nielly Cristian de Freitas, de 22 anos, foi assassinada com uma facada no pescoço na manhã desta quinta-feira (16), no bairro Jardim Sandiego, em Tangará da Serra (242 km de ). O ex-marido dela, de 39 anos, é apontado como o autor do crime e acabou preso em flagrante. O feminicídio ocorreu na casa do suspeito, depois da vítima levar o filho para visitar o pai.

Conforme informações da , o marido foi flagrado por vizinhos, que ouviram o choro do filho do casal enquanto ele enforcava a mulher na frente da .

As testemunhas ainda relataram que a mulher desmaiou devido a agressão e foi arrastada para dentro de casa. Em seguida, os vizinhos viram o agressor saindo do imóvel com uma faca nas mãos.

A Polícia Militar foi acionada e, ao entrar na casa, encontrou Nielly perdendo muito sangue com um corte no pescoço.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para socorrer a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O nome do criminoso não foi divulgado. Mas a PM informou que ele já tinha passagens.  Ele acabou preso em flagrante.

O suspeito alegou que teria matado a vítima por ciúmes em decorrência de uma traição. A faca utilizada no crime foi a apreendida. A Polícia Judiciária Civil foi acionada e investigará o caso.

Esse foi o primeiro crime desse tipo registrado no município, em 2020. Segundo a Polícia Militar, os casos de violência doméstica aumentaram nesse período de pandemia. A suspeita é de que o tem deixado o agressor mais tempo por perto das vítimas.

Já outros crimes diminuíram. Entre janeiro e março deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, os homicídios diminuíram 25%. A redução nos roubos foi de 35%. Já as ocorrências de furtos caíram 40%.

Segundo a PM, o toque de recolher, das 20h às 6h contribuiu com a queda dos índices de criminalidade. Com menos movimento de carros e pessoas pelas ruas, o número de atendimentos feitos pelo Corpo de Bombeiros também teve redução.