Anúncios

O estudante Osmar Dallastra Martinelli, de 18 anos, filho da prefeita de  Rosana Martinelli, estava na caminhonete que se acidentou na madrugada desta quinta-feira (9) na cidade, resultando na morte de uma pessoa.

O acidente matou a DJ Marina Centena, de 19 anos. Osmar Martinelli teve ferimentos leves e foi levado ao Hospital.

Em nota, a Prefeitura da cidade informou que um dos carros envolvidos na colisão pertence à família da prefeita. A nota informa, porém, que não era Osmar quem conduzia o .

A prefeita emitiu a seguinte nota. Veja íntegra

A assessoria da prefeita Rosana Martinelli informa que tomou conhecimento de um acidente de trânsito registrado, por volta das 5 horas da manhã desta quinta-feira, 9 de abril de 2020, na Rua dos Angicos, Setor Comercial de Sinop, que resultou na morte de uma jovem de 19 anos.

Um dos veículos envolvidos no acidente de trânsito é de propriedade da família Martinelli e não era conduzido por Osmar Augusto Dallastra Martinelli, no momento. O filho da prefeita recebeu os primeiros atendimentos do Corpo de no local e foi encaminhado ao hospital, onde se encontra internado.

A prefeita Rosana Martinelli externa profundo pesar diante de tamanha dor e se solidariza as famílias envolvidas, principalmente aos amigos familiares da jovem que veio a óbito.

A assessoria da prefeita pede compreensão aos colegas da imprensa e, em breve, a prefeita Rosana Martinelli irá de manifestar.

Assessoria

O acidente

Uma jovem identificada como Marina Centena, de 19 anos, morreu presa às ferragens de um veículo no início da manhã desta quinta-feira (09), após a colisão entre uma caminhonete e um caminhão no bairro Jardim Imperial, no município de Sinop (480 km de Cuiabá).

De acordo com a polícia, a caminhonete estava com sete pessoas. Duas pessoas fugiram e não foram encontradas depois da batida.

A polícia encontrou duas garrafas de uísque e uma de vodka dentro do automóvel. Uma porção de maconha também foi localizada no banco traseiro.

Segundo informações repassadas para a polícia, Marina estava sentada no colo de uma pessoa no banco da frente da caminhonete.

No entanto, os bombeiros não acreditam nessa versão. Marina ficou presa às ferragens e, ainda conforme os bombeiros, se ela estivesse no colo de alguma pessoa, essa segunda vítima também teria ficado presa com ela por causa da batida.

As cinco vítimas foram socorridas no Pronto Atendimento.

Ainda conforme informações, o caminhão estava estacionado quando a caminhonete atingiu a traseira. Com o impacto, à frente da caminhonete ficou destruída.

A Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) encaminhou o corpo da vítima para o Instituto Médico Legal (IML).

Um inquérito deverá ser instaurado pela para apurar as causa do acidente.

Marina era DJ e tinha apelido de ‘DJ Bibi’ ou ‘Bibi Perigosa’, como mostra sua página no Facebook. Nas redes, os amigos lamentam a morte com fotos de luto.