Anúncios

Um menino de 5 anos foi picado por um escorpião e socorrido em estado grave na Escola Municipal de Infantil Monteiro Lobato, em Sinop (480 km de Cuiabá). O caso aconteceu na última sexta-feira (6). A suspeita é que o inseto estava na mochila da criança.

De acordo com informações repassadas pela secretária de Educação do município, Veridiana Paganotti, o menino estava dentro da sala de aula, na presença do e de colegas, quando foi picado.

“Ele levou a mão na mochila para pegar um carrinho, pois era o dia do brinquedo, e foi picado. A professora ainda chacoalhou a mochila e o escorpião entrou no carrinho”, explicou.

A família contestou a versão da escola, afirmando que o inseto já estava na creche, pois, ainda em casa, teriam olhado a mochila do menino.

No entanto, Veridiana disse que a creche passou por dedetização recentemente e não há a presença de insetos no local.

“Após o incidente, verificamos toda a escola, não foi encontrado nenhum outro tipo de inseto. Provavelmente o escorpião já estava dentro da mochila”, disse.

A criança foi encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para os primeiros socorros e aplicação do soro.

Em seguida, o menino, acompanhado do pai, foi levado para um hospital de Sorriso, onde ficou internado. Nessa terça-feira (10), a criança teve alta, entretanto, continua sendo acompanhada por uma equipe médica. O estado de saúde dela é estável.

A própria equipe da escola matou o inseto ainda na creche e o levou para a UPA para que fazer a identificação da espécie e o tipo de veneno.

A secretária de Educação afirmou que a direção da escola está acompanhando a família e que agora aguarda a recuperação da criança.

“Pedimos aos pais que fiquem em alerta e cuidem das mochilas dos filhos para evitar esse tipo de incidente”, ressaltou.

Uma equipe de agentes de saúde também deve visitar a casa da família para verificar se há risco de o local ser propício à moradia do inseto.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.