Anúncios

O vídeo de um menino, de 9 anos, que implorou aos prantos uma corda para se enforcar depois de sofrer bullying na escola está emocionando pessoas por todo o .

Nas imagens Quaden Bayles, que sofre de nanismo, fala “Me dê uma corda, eu quero me matar. Só quero me esfaquear no coração … quero que alguém me mate”, enquanto sua mãe explica também chorando que ele sofre bullying dos colegas de aula.

Yarraka Bayles, de Brisbane, na , filmou seu filho depois de pegá-lo na instituição educacional na última quarta-feira (19) e, segundo ela, só compartilhou nas redes sociais com a esperança que as pessoas se conscientizem e  conscientizem seus filhos sobre as consequências do bullying.

Na publicação ela escreveu: 

“Como pessoa com nanismo, e mãe de uma criança com nanismo isso parte o meu coração em um milhão de pedaços. Isto definitivamente não está bem… Entristece-me que as pessoas com deficiência sejam olhadas e apontadas como diferentes, e temos que aprender a ajustar-nos a este mundo difícil, como se não fosse difícil como é… e pais precisam fazer o seu trabalho, educando sobre estes tópicos! Precisas de começar a fazer de todas as deficiência um tema de conversa, bem como as diversidade ocorridas”.

Assista ao vídeo:

O vídeo já passa de 12 milhões de visualizações no Facebook. Na Austrália a história de Bayles está ficando conhecida e famosos prestam a ele. O time de rugby “Indigenous All Stars” convidou Quaden para entrar com eles em campo na partida do próximo sábado 22.

A equipe gravou um vídeo de apoio a Quaden. Os jogadores se reuniram e Latrell Mitchell, estrela do time, falou a mensagem.

“Hey, Quaden… Nós só queremos te desejar o melhor, irmão. Nós sabemos que você está enfrentando um tempo difícil agora, mas os garotos estão aqui. Nós estamos com você. Estamos como você para te apoiar, amigo. Só queremos ter certeza que você está indo bem. Queremos você por perto, queremos que você nos lidere no final de semana. Significará mais para nós do que para você, camarada. Queremos ter certeza que você está se cuidando e esperamos te ver nos próximos dias”, disse Mitchell.

Quaden nasceu com acondroplasia, o tipo mais comum de nanismo, em que os braços e as pernas da criança são mais curtos em proporção ao comprimento do corpo. A cabeça é grande e, muitas vezes, o tronco é do tamanho normal.

 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.