Anúncios

A Polícia Civil está investigando um padre, que não teve o nome divulgado, de (a 774 km de ), após duas denúncias de mulheres que teriam sido assediadas por ele na paróquia da cidade. Os atos teriam sido registrados por uma câmera de segurança.

Imagens do circuito de segurança da própria paróquia mostram uma das vítimas na sala administrativa da igreja com o padre. Ao caminhar, o investigado dá um tapa na bunda dela. Como se não bastasse isso, ele ainda tenta abraçar e beijá-la que fica imóvel. Outra mulher aparece na sala e o padre deixa o local, enquanto a vítima conversa com outra pessoa.

As imagens estão sendo analisadas pela Polícia Civil e o padre deverá ser ouvido nos próximos dias pelo delegado. O padre foi afastado imediatamente de suas funções, e a Diocese Sagrado Coração de Jesus de Sinop ( 480 km de Cuiabá), encaminhou outro padre para a paróquia.

Importunação sexual é o ato libidinoso na presença de alguém e sem seu consentimento, como passar a mão, beijos “roubados”, divulgação de cenas sexuais de outra pessoa, entre outros.

O crime se difere do estupro, porque não apresenta violência , e do assédio, porque não há relação hierárquica ou de subordinação.

Quem pratica casos enquadrados como importunação sexual poderá pegar de 1 a 5 anos de prisão.