Anúncios

Um empresário canadense, de 55 anos, resolveu atear fogo em mais de US$ 1 milhão (cerca de R$ 4,3 milhões) para impedir que sua ex-esposa ficasse com parte do . De acordo com o jornal Ottawa Citizen, Bruce McConville vendeu diversas propriedades e depois queimou o dinheiro.

Na no Tribunal Superior, McConville se disse frustrado com o divórcio e com o fim do casamento que durou 31 anos. “Não é algo que eu normalmente faria, eu não sou uma pessoa extremamente materialista”, disse.

O empresário deveria ter pago à esposa US$ 300 mil (cerca de R$ 1,3 milhão). “O que você fez é moralmente repreensível, porque o que você afirma ter feito voluntariamente mina até os interesses de seus filhos”, disse o juiz do Tribunal Superior Kevin Phillips, antes de determinar a prisão do empresário por 30 dias.

O juiz também impôs uma multa de US $ 2.000 (cerca de R$8,6 mil) por dia a ser paga por McConville diretamente à sua ex-esposa.

Bruce McConville já foi candidato a prefeito da cidade de Ottawa, a capital do . Ele tentou se eleger com um discurso de combate ao crime.