Anúncios

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou um Inquérito Civil para apurar a conduta de um servidor da Prefeitura de (800 km de ), que é suspeito de furtar cartão de um falecido e fazer movimentações bancárias com ele.

De acordo com a portaria do MPE, o servidor da prefeitura estava cedido à Gerência Regional da Perícia Oficial e Identificação Técnica () de Alta Floresta e trabalhava nos serviços administrativos.

Ele teria usado o cartão bancário para fazer empréstimo e saques da conta da vítima, cujo corpo havia sido encaminhado para o Instituto Legal (IML).

O hospital fez a entrega dos documentos da vítima para o servidor para que fosse realizado o procedimento padrão de identificação técnica.

Ao fazer o recolhimento dos pertences e documentos da vítima, o suspeito teria se apropriado do cartão do mesmo.

Em novembro do ano passado, a Politec oficializou a devolução do servidor acusado à Prefeitura de Alta Floresta, seu órgão de origem, e o afastou de suas funções no órgão.

A promotoria solicitou à prefeitura esclarecimentos para saber se o órgão já tomou alguma providência em relação ao caso e pediu a instauração de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD).